O Ministério Público entrou com Habeas Corpus coletivo pedindo a libertação de mais de 1.500 presos da CPP

O Ministério Público entrou com Habeas Corpus coletivo pedindo a libertação, com tornozeleira, de 1.513 presos que estão na CPP, Casa de Prisão Provisória. São detentos presos provisoriamente há mais de 1 ano. Como não foram julgados, o Ministério Público decidiu pedir a libertação desses presos e que os juizes que deveriam julga-los sejam ouvidos para explicar por que não julgaram esses detentos.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Ouça a rádio mais alegre do Brasil!

PLAY

NOSSA EQUIPE

 

Luãn Henrique "Garotinho"

Editor

Marcione Barreira

Redação

Esportes

Error: No articles to display

Pesquisar