Justiça Federal sequestra cobertura ocupada por Lula

A Justiça Federal sequestrou, no início de fevereiro, uma cobertura do Edifício Hill House, em São Bernardo do Campo (SP). O imóvel é vizinho ao do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O pedido foi expedido pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato. A cobertura tem quase 190 metros quadrados de área privativa e pertence a Glaucos da Costamarques, que é primo do pecuarista José Carlos Bumlai. Apesar disso, quem o ocupa é o ex-presidente da República. O imóvel é avaliado em R$ 1,5 milhão, mas foi comprado por R$ 504 mil. O Ministério Público Federal apurou que a compra do imóvel foi realizada com dinheiro de propina da empreiteira Odebrecht. Contratos suspeitos de locação levaram Lula ao banco dos réus em uma investigação da Lava Jato. O pedido de sequestro expedido por Moro foi feito no dia 19 de dezembro de 2016, mas cumprido pela oficial de Justiça Edilamar Fernandes Dornas, da 3ª Vara Federal de São Bernardo do Campo no último dia 9 de fevereiro, quase uma semana depois da morte da ex-primeira dama, Marisa Letícia. A determinação não impede o petista de continuar na cobertura.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Ouça a rádio mais alegre do Brasil!

PLAY

NOSSA EQUIPE

 

Luãn Henrique "Garotinho"

Editor

Marcione Barreira

Redação

Esportes

Error: No articles to display

Pesquisar