Servidores da saúde de Aparecida discutem possibilidade de greve nesta terça-feira

Servidores municipais da Saúde de Aparecida de Goiânia vão realizar nesta terça-feira (9) uma assembleia geral para deliberar sobre a possibilidade de deflagração de greve. O ato vai ocorrer às 8h30 na Praça da Matriz, em Aparecida de Goiânia. Os trabalhadores cobram mais empenho da atual gestão nas negociações.

Os servidores reivindicam o cumprimento imediato de direitos previstos no Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos (PCCV) da categoria como o pagamento de gratificações e progressão de carreira. Além disso, os trabalhadores exigem a inclusão dos servidores administrativos da Saúde no PCCV, melhores condições de trabalho, diminuição da sobrecarga de trabalho, segurança nas unidades de saúde e melhores condições de atendimento para a população.

Conforme os servidores, o Plano de Carreiras foi aprovado no município em 2014, mas até agora só foi cumprido de maneira parcial. Desde a gestão passada, o Sindsaúde e outras entidades representativas dos servidores municipais vêm cobrando o cumprimento desses direitos. Eles reclamam que no início da gestão do prefeito Gustavo Mendanha, as entidades tentaram – por diversas vezes – negociar a aplicação do Plano, mas não houve sucesso.

Diante da falta de avanços, os servidores aprovaram – em assembleia geral – manifestações com paralisações pontuais para expor os prejuízos acarretados pela falta de aplicação do Plano e pela falta de investimentos na área. Essas paralisações ocorreram no Cais Nova Era, no dia 3, e na Upa do Setor Buriti Sereno, no dia 5.

Por nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia informou que a manifestação dos profissionais de saúde está sendo pacífica e ordeira, com o suporte da Guarda Municipal. Os serviços essenciais devem funcionar conforme regulamenta a legislação. Ainda segundo a pasta, o secretário de Saúde Edgar Tolini está negociando com o secretário de Fazenda André Luis Rosa os impactos das reivindicações referente ao plano de cargos e salários e buscando um acordo junto aos profissionais. A SMS esclareceu ainda que está em constante diálogo com as categorias para atender as demandas.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Ouça a rádio mais alegre do Brasil!

PLAY

NOSSA EQUIPE

 

Luãn Henrique "Garotinho"

Editor

Marcione Barreira

Redação

Esportes

Error: No articles to display

Pesquisar